sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Tira n°47

Olá, vampirinhos e vampirinhas!

Demorou, mas voltamos com mais uma tirinha de Alfredo, o vampiro! Como visto anteriormente aqui, Alfredo e Ângela tiveram um inusitado encontro com Epaminondas, o amigo fantasmagórico do vampiro. E depois disso, o que rolou? Veja agora!


Clique na imagem para ampliar

Parece que agora o Alfredo está naquela situação que os mais velhos chamam de "sinuca de bico". Será que depois de saber disso ele terá coragem de contar pra ruiva que ele é um vampiro de verdade? Aguardem o próximo vampiresco episódio!

4 comentários:

  1. Mas que merda esse vampiro...

    ResponderExcluir
  2. Ai gente.. a pessoa tem direito de não gostar, mas não precisa falar assim! Fato que algumas vezes peca pela pouca originalidade e o desenho é claramente uma cópia de um artista francês, mas não chega a ser uma merda...

    ResponderExcluir
  3. Maria Fernanda Lamim9 de agosto de 2013 21:05

    Hm, duas coisas. Primeiro, humor popular não é humor sem originalidade. Sou diretora de teatro, faço um teatro para todos os públicos e já ouvi esse tipo de critica ao meu trabalho. Ser original não e ser "alternativo e diferente", e sim ser autoral, e o Emerson é. Apenas o Alfredo tem um humor voltado para crianças e jovens, além de adultos, e usa referencias acessíveis a todos. Isso não é falta de originalidade, é simplicidade, coisa na qual muitos artistas deveriam investir mais, pra depois não se queixarem da "falta de público".


    Segundo: não é "cópia" do Artur De Pins. Todo artista tem suas influencias, e isso não é plágio. Eu já assisti a várias montagens teatrais do texto "Arlequim, o servidor de dois patrões" que faziam referencia ao trabalho da Companhia Piccolo, inclusive admitiam isso no programa da peça, e isso não e plagio, e referencia, influencia artistica
    pq o trabalho da Piccolo e muito reconhecido em commedia dell arte.
    Então, o De Pins é internacionalmente conhecido, o Emerson se inspirar e tê-lo como referencia não e copiar. E mesmo o conteúdo das tirinhas difere muito do trabalho do De Pins.

    De resto, opinião é opinião, todos podem tê-la (e eu posso discordar, heheheh). Agora, ofensa sem embasamento não é opinião. É apenas prova de que quem escreveu não tinha o que dizer.

    Finalizando, parabéns pela tira, Emerson. Engraçada e muito bem feita como sempre, com o cuidado estético e a "fofurice" que são marca registrada do seu trabalho. Fiquei curiosa pra saber como o Alfredo vai se sair dessa!

    Vou mostrar pros meus alunos, eles curtiram muito as outras! Beijo!



    ResponderExcluir